Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-02-10

Resumo de Notícias da América do Sul – 10 de fevereiro

Francisco Martínez

Resumo de Notícias da América do Sul – 10 de fevereiro

TAMANHO DO TEXTO

BOGOTÁ, Colômbia - FARC quer trocar militares e policiais reféns por rebeldes presos: No dia 10 de fevereiro, a senadora colombiana Piedad Córdoba transmitiu duas mensagens das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) oferecendo a libertação de 22 militares e policiais mantidos reféns pelo grupo em troca da libertação de 500 guerrilheiros presos. Entre os guerrilheiros estão Simón Trinidad e Sonia, ambos extraditados para os EUA. Uma das mensagens é assinada pelo líder das FARC, Guillermo León Sánchez (conhecido como “Alfonso Cano”), e a outra vem do secretariado da organização. O governo do presidente Álvaro Uribe ainda não se manifestou sobre o assunto.

[BBC Mundo, Diario Colombia]

CARACAS, Venezuela – Onze presos por ataque a sinagoga em Caracas: No dia 8 de fevereiro, 11 pessoas foram presas por conta do ataque a um templo judaico entre a noite de 30 de janeiro e a madrugada de 31 de janeiro. Entre os acusados estão sete policiais e quatro civis. A violação do templo ocorreu à luz de acontecimentos recentes em Gaza e do rompimento das relações diplomáticas entre Venezuela e Israel. Entretanto, o presidente venezuelano Hugo Chávez tentou minimizar a importância da conexão, enfatizando que não tolerará tais ataques na Venezuela, os quais, de acordo com ele, são contrários aos propósitos da sua revolução bolivariana.

[BBC Mundo, El Nacional, El Universal]

BUENOS AIRES, Argentina - Bispo Williamson é demitido de seminário após negar a ocorrência do Holocausto,: No dia 9 de fevereiro, o polêmico bispo britânico Richard Williamson foi demitido da chefia de um seminário pertencente à Fraternidade de São Pio, nas redondezas de Buenos Aires. Williamson estava no cargo desde 2003, mas o seminário decidiu pelo desligamento em razão das declarações que ele fizera no dia 26 de janeiro, em que levantara dúvidas sobre os fatos do Holocausto. Apesar de solicitações por parte do Papa Bento XVI, Williamson ainda não se retratou.

[BBC Mundo, Clarín, La Nación]

LA PAZ, Bolívia – Caso de corrupção atinge YPFB: No dia 10 de fevereiro, La Razón e El Diario noticiaram um escândalo de apropriação indevida envolvendo Santos Ramirez, ex-executivo chefe da Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB). Quando era chefe da estatal petrolífera, Santos Ramirez gastou cerca de $196 mil bolivianos (US$ 27,8 mil) em oito viagens pelo país no seu avião corporativo, sem justificativa oficial. O caso de corrupção está aparentemente ligado à morte violenta do empresário Jorge O’Connor. Santos Ramirez está sendo investigado pela Promotoria Pública, pelo Ministério da Transparência Institucional e Luta contra a Corrupção e por um comitê senatorial de combate à corrupção.

[El Diario, La Razón]

Você gostou desta reportagem?

1Rating_no

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados