Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-04-27

27 de abril ― Resumo das notícias da América do Sul

Santiago Meza

27 de abril ― Resumo das notícias da América do Sul

TAMANHO DO TEXTO

SÃO PAULO, Brasil ― Visita do presidente iraniano causa tumulto no Brasil: A visita oficial que o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad fará ao Brasil em 6 de maio já provocou protestos no país, onde grandes comunidades de judeus e muçulmanos vivem em harmonia. Cartazes que condenam a visita foram vistos em São Paulo durante um tributo às vitimas do Holocausto. O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, participou dos protestos. Não vejo a necessidade de se estreitar as relações com quem não quer a paz, afirmou.

[O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo]

LIMA, Peru ― Peru divulga expectativa de crescimento para 2009: O ministro peruano da Economia, Luis Carranza, anunciou que o Produto Interno Bruto (PIB) do Peru crescerá 4% até o final de 2009 em comparação a 2008, depois que a economia conseguiu superar os efeitos da crise financeira global. Carranza também destacou a atuação eficiente do governo do presidente Alan García. A economia do Peru registrou um crescimento de 9,84% em 2008 em comparação com 2007, uma das mais altas na América Latina. O crescimento acumulado do PIB nos dois primeiros meses de 2009 foi de 1,66% em comparação ao ano anterior.

[El Comercio, Radio Programas de Perú, DPA]

ASSUNÇÃO, Paraguai ― Semana de Vacinação nas Américas é iniciada: O presidente paraguaio Fernando Lugo, representante da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), anunciou o início da sétima edição da Semana de Vacinação nas Américas. O objetivo é vacinar 30 milhões de pessoas em todo o continente contra poliomielite, rubéola, síndrome da rubéola congênita, sarampo, difteria, caxumba, coqueluche, tétano, hemofilia B, febre amarela e gripe.

[Abc, La Nación and Última Hora]

BUENOS AIRES, Argentina ― Argentinos se manifestam contra poluição causada por empresa finlandesa: Milhares de argentinos marcharam até a ponte internacional que liga as cidades de Gualeguaychú e Frei Bentos, no Uruguai, onde a firma finlandesa Botnia opera um moinho de polpa que é considerado altamente poluente. Sob o slogan Salvem o Rio Uruguai, a quinta edição do protesto exigiu o fechamento da fábrica. Sua instalação em 2003 causou uma disputa jurídica entre os dois países, que atualmente está sendo resolvida no Tribunal de Justiça Internacional de Haia.

[Clarín and La Nación, EFE]

Você gostou desta reportagem?

0

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados