Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-05-04

Narcotráfico sofre outro golpe no México

Benjamín Acosta

Gregorio Sauceda Gamboa, suposto líder do cartel do Golfo e do seu grupo armado, a gangue los Zetas, estava na lista dos mais buscados da DEA e foi capturado pela Polícia Federal do México em Matamoror, cidade mexicana que faz fronteira com Brownsv

TAMANHO DO TEXTO
Gregorio Sauceda Gamboa (de branco), conhecido como “El Goyo”, foi capturado ao lado da mulher e do guarda-costas na cidade fronteiriça de Matamoros em novo ataque ao narcotráfico mexicano.

Gregorio Sauceda Gamboa (de branco), conhecido como “El Goyo”, foi capturado ao lado da mulher e do guarda-costas na cidade fronteiriça de Matamoros em novo ataque ao narcotráfico mexicano.

MATAMOROS, México ― Gregorio Sauceda Gamboa, um dos supostos líderes do cartel do Golfo e do seu grupo armado, a gangue los Zetas, estava na lista dos mais buscados da agência americana de combate às drogas (DEA), e foi capturado pela Polícia Federal do México em Matamoror, cidade mexicana que faz fronteira com Brownsville, no Texas.

Após meses de investigação e sem a necessidade de dar nenhum disparo, Sauceda (conhecido como El Caramuela ou El Goyo), um dos fundadores da organização criminosa, foi detido ao lado da esposa e do guarda-costas. Segundo o jornal Milenio, o governo federal do México oferecia uma recompensa de quase US$ 3 milhões pela sua captura.

De acordo com El Universal, Sauceda é ex-policial do estado de Tamaulipas e tinha quatro mandados de prisão no seu nome por crime organizado e violação da Lei Federal de Armas de Fogo e Explosivos, além de estar incluído em 21 investigações da Procuradoria Geral do México.

O sétimo colocado na lista dos mais procurados da DEA, Sauceda enviava mensalmente uma média de dez toneladas de cocaína e 30 de maconha para os EUA, segundo estimativas da Polícia Federal. As autoridades apreenderam um lança-míssil antiblindagem, cinco armas de grande porte, 4.575 cartuchos de vários calibres e 30 carregadores, além de uma caminhonete.

Em marćo, as forças mexicanas também capturaram Sigifredo Nájera Talamantes, conhecido como El Canicón, outro membro importante do cartel do Golfo e, acredita-se, um dos líderes da gangue Los Zetas na época.

Os relatórios da inteligência informam que, de 1996 a 2004, [Sauceda Gamboa] foi uma peça-chave na formação do cartel do Golfo, encabeçado por Osiel Cárdenas Guillén [já capturado], declarou o general da Polícia Federal, Javier del Real Magallanes, ao jornal El Universal.

O Caramuela foi recrutado pelo cartel do Golfo quando ainda atuava como policial em Tamaulipas. Após a prisão de Osiel Cárdenas Guillén, Sauceda comandou temporariamente a organização criminosa, sendo substituído posteriormente por jaime Durán González, conhecido como El Hummer, que foi detido no dia 7 de novembro em Reynosa, Tamaulipas.

Ao entrar no cartel, Guillén foi nomeado operador das cidades de Reynosa e Matamoros, localidades cobiçadas pelos cartéis do narcotráfico, conforme El Universal.

Magallanes explicou que as autoridades acreditavam que o detido não pertencesse mais à organização por ser viciado em drogas e sofrer de câncer. Entretanto, a captura demonstrou que ele seguia comandando o cartel de uma posição de destaque.

Você gostou desta reportagem?

0Rating_no

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados