Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-09-30

Caribe adota posições consoantes contra as mudanças climáticas

Julieta Gutiérrez

A fim de encontrar posições comuns sobre a defesa do meio ambiente às vésperas da próxima convenção sobre o aquecimento global da ONU em Copenhague, os ministros das Relações Exteriores da Comunidade do Caribe (Caricom) se reuniram em 26 de setem

TAMANHO DO TEXTO
Edwin Carrington, secretário geral da Caricom, pediu aos países desenvolvidos que adotem iniciativas para frear as mudanças climáticas durante a Assembleia Geral da ONU.

Edwin Carrington, secretário geral da Caricom, pediu aos países desenvolvidos que adotem iniciativas para frear as mudanças climáticas durante a Assembleia Geral da ONU.

30 de setembro

CARIBE ― A fim de encontrar posições comuns sobre a defesa do meio ambiente às vésperas da próxima convenção sobre o aquecimento global da ONU em Copenhague, os ministros das Relações Exteriores da Comunidade do Caribe (Caricom) se reuniram em 26 de setembro durante a Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU).

A agência EFE informa que, entre as principais preocupações dos países das ilhas caribenhas estão as manifestações das mudanças climáticas e a possível elevação do nível do mar, o que pode prejudicar indústrias tão essenciais como a do turismo.

Os governos dos países desenvolvidos precisam adotar iniciativas para frear as mudanças climáticas, Edwin Carrington, secretário geral da comunidade que integra 15 nações caribenhas, pediu durante a 20ª reunião do Conselho da Caricom, realizada em Nova Iorque, diante da vulnerabilidade dos pequenos países em desenvolvimento localizados na região, segundo explicou o Caribbeannetnews.

O Caribe quer se tornar uma das vozes de peso na Convenção Marco da ONU, que será realizada em meados de dezembro na capital da Dinamarca para negociar um acordo global sobre as emissões de gases de efeito estufa e que deverá substituir o Protocolo de Kyoto em 2012.

Sua região foi atingida pelas mudanças climáticas e pela crise financeira global e as Nações Unidas se comprometem a trabalhar com vocês para responder a estes e outros desafios, Ban Ki-moon, secretário geral da ONU, afirmou de acordo com a AP.

Cientistas do Centro de Mudanças Climáticas da Caricom (CCCCC) destacaram em abril que o aumento na temperatura dos oceanos e o aumento no nível do mar podem afetar as ilhas do Caribe com a ocorrência de secas duradouras, furacões mais frequentes, erosão acelerada das praias, destruição das barreiras de corais e escassez de água potável. As informações são do Instituto para a Integração da América Latina e do Caribe, que faz parte do Banco Interamenicano (IDB).

Carrington advertiu ao jornal Prensa Latina que a região caribenha corre perigo e também solicitou que informações científicas relacionadas ao tema sejam divulgadas. Além disso, o secretário geral convocou o incentivo a instituições como CCCCC, que coordena a reação regional diante das mudanças climáticas.

A EFE destacou que, durante o encontro, os ministros das Relações Exteriores também se reuniram com Hillary Clinton, secretária norte-americana de Estado, para conversar sobre propostas para a reforma do Conselho de Segurança da ONU e adotar posições comuns para participar da Cúpula Mundial sobre Alimentação que será realizada em novembro em Roma, na Itália.

Você gostou desta reportagem?

0

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados