Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-12-23

Brasileiros já podem comprar celular da Dell

Por Patricia Knebel para o Infosurhoy.com – 23/12/2009

Fabricante de computadores acaba de lançar o smartphone Mini 3iX no Brasil e na China

TAMANHO DO TEXTO
A Dell opta por lançar o novo Dell Mini 3iX no Brasil e na China, ao invés dos Estados Unidos, indicando uma nova tendência no lançamento de tecnologia para o mundo.  (Foto cortesia da Dell)

A Dell opta por lançar o novo Dell Mini 3iX no Brasil e na China, ao invés dos Estados Unidos, indicando uma nova tendência no lançamento de tecnologia para o mundo. (Foto cortesia da Dell)

PORTO ALEGRE, Brasil - O Dell Mini 3iX chega às lojas de celulares da Claro, marcando a estreia mundial da fabricante de computadores no segmento de telefones celulares.

O Brasil e a China foram os únicos países escolhidos pela empresa para o lançamento do produto.

Com 170 milhões de aparelhos móveis em uso, de acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil continua ávido por inovações no setor.

Tradicionalmente, a Dell continuaria dando largada a um lançamento nos Estados Unidos e depois expandiria a oferta do produto pelo mundo.

O lançamento do Mini 3iX indica uma nova tendência.

"Essa é a primeira iniciativa da Dell de olhar primeiro para o mundo e não para os Estados Unidos", diz o diretor de Marketing da Dell para a América Latina, Fabio Lemos . “[Com esse produto] Optamos por ser globais desde o início.”

Lemos explicou que o Brasil e a China foram escolhidos como os locais para o lançamento devido ao enorme potencial de crescimento dos dois mercados. Mesmo com a crise global que atingiu a matriz americana da Dell, a fabricante não parou de crescer nesses países.

"O desempenho na América Latina ajudou a equilibrar esse cenário [de queda]", diz Lemos. "Só no Brasil, lançamos 15 novos modelos de computadores em 2009.”

Nos últimos anos, empresas tipicamente de conectividade, como a Nokia e a Research In Motion (RIM), fabricante do BlackBerry, têm apostado em soluções tecnológicas mais avançadas, expandido suas fatias de mercado no Brasil.

Enquanto isso, as experiências de empresas que fizeram o inverso, como a Palm e a HP - a última com a linha iPAQ - não tiveram tanto sucesso, de acordo com o analista sênior do Yankee Group, Júlio Püschel.

Para Püschel, o motivo para o fracasso foi a Palm e a HP terem lançado produtos que são mais uma criação da indústria de telecomunicações do que da de tecnologia da informação (TI).

"O caminho a ser percorrido pelas empresas de engenharia rumo à mobilidade é mais árido”, diz Püschel. “A Dell, porém, chega mais madura, pois acompanhou as dificuldades dos concorrentes. Além disso, a aposta no sistema operacional Android aproxima muito a Dell da Google, uma empresa que como poucas conhece o mundo da Internet.”

Um exemplo em que a Dell pode estar se espelhando é o da também norte-americana Apple, que, apesar de haver se consagrado como fabricante de computadores e notebooks, obteve sucesso com o iPhone.

Os aparelhos Mini 3iX encontrados nas lojas da Claro são produzidos nas plantas da Dell na Ásia.

De sua fábrica no município de Hortolândia, em São Paulo, a Dell atende a América Latina nos segmentos de servidores, computadores pessoais e notebooks. A expectativa é de que, nos próximos anos, faça o mesmo com os celulares.

A meta da Dell com o Mini 3iX é ir além da tradicional oferta de smartphones para executivos. A empresa quer atingir um volume maior de consumidores com seu aparelho, que tem tela touch screen, câmera de 3 megapixels e a capacidade de tocar e armazenar músicas e vídeos digitais.

A Dell irá monitorar o comportamento mercado antes de expandir a oferta com novos modelos. Por enquanto, o Brasil é o único país a vender o aparelho da Dell com a tecnologia 3G.

A fabricante assinou uma parceria de exclusividade com a operadora Claro, que pertence ao grupo mexicano America Movil e tem cerca de 41 milhões de clientes no Brasil. O preço do Mini 3iX depende do plano de uso mensal que o cliente escolher.

"A expectativa é a melhor possível”, diz o diretor de Operações e Consumo da Claro, Bernardo Winik. “Tanto a Dell como a Claro possuem no seu DNA a cultura da inovação”.

Você gostou desta reportagem?

0

Incluir seu comentário

2 comentários

  1. Benito Eduardo 07/14/2011

    Se uniram para fabricar computadores? Para fabricar telefones inteligentes? Mas não se uniram para pensar como há 2 bilhões de mães de família que não tem com o que compara um quilo de arroz. EMPRESÁRIOS O CONVITE É wwwyoutube benito eduardo rojas wwwyoutube triunfadoreduardo. PORQUE É HORA DA REVOLUÇÃO EVOLUTIVA.

  2. JORGE LUIS ROMERO 12/27/2009

    parabéns irmãos sigam em frente com seu sucesso 67394 prof. jorge luis romero DIRETOR-EDITOR DE IMPRENSA DA COMUNIDADE AL DIA. - VENEZUELA 67394

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados