Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2012-02-22

Fenômeno Michel Teló: do Brasil para o mundo

Por Patricia Knebel para Infosurhoy.com — 22/02/2012

Cantor se prepara para turnê internacional depois que ‘Ai, se eu te pego’ faz sucesso nas rádios e atletas profissionais aparecem dançando coreografia da música.

TAMANHO DO TEXTO
Michel Teló: o vídeo “Ai, se eu te pego” foi visto mais de 185 milhões de vezes no Youtube. (Cortesia de Michel Teló)

Michel Teló: o vídeo “Ai, se eu te pego” foi visto mais de 185 milhões de vezes no Youtube. (Cortesia de Michel Teló)

PORTO ALEGRE, Brasil – O carnaval é a festa que faltava para a consagração definitiva do hit “Ai, se eu te pego”, de Michel Teló.

O cantor brasileiro de 31 anos, que, desde o segundo semestre de 2011, experimenta um sucesso estrondoso na América Latina e na Europa, agitou Salvador nos últimos dias ao participar dos tradicionais trios elétricos ao lado de Ivete Sangalo, Asas de Águia e Exaltasamba.

A agenda atual confirma a ótima fase. Michel Teló está em turnê por cidades de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Bahia. Depois, seguirá para a Europa. Entre 24 de fevereiro e 11 de março, estão confirmadas apresentações em Portugal, Londres, Espanha, Suíça, Holanda e Itália.

Persistência, carisma e músicas que grudam como chiclete ajudam a explicar o fenômeno musical Michel Teló.

Nascido na cidade de Medianeira, no Paraná, e criado em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, Teló fez parte do Grupo Tradição, de sertanejo universitário, durante 12 anos.

Mas foi depois de iniciar a carreira solo, em 2009, que ele conquistou o grande público.

Os primeiros álbuns já indicavam a habilidade de Teló em lançar músicas com refrões fáceis de cantar e letras maliciosas, que caíram no gosto do público.

Foi o que aconteceu com "Ei, psiu, beijo me liga”, de seu primeiro álbum solo, “Balada sertaneja” (2009), e com a música “Fugidinha”, do disco “Michel Teló – Ao vivo” (2010).

Em 2010, ele chegou a concorrer ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Sertaneja, mas não venceu.

No segundo semestre do ano passado, Michel Teló subiu rapidamente alguns degraus rumo à fama, com a explosão nas rádios brasileiras da música “Ai, se eu te pego”, do CD “Na Balada” (2011).

Vídeo foi visto mais de 185 milhões vezes

O vídeo oficial da música já foi visto mais de 178 milhões de vezes no YouTube.

O empurrão para Michel Teló deslanchar na Europa veio da Espanha, mais precisamente dos campos de futebol do Real Madrid.

Em outubro de 2011, ao comemorar um gol, o jogador Cristiano Ronaldo fez a coreografia que caracteriza a música ao lado do brasileiro Marcelo Vieira.

O que veio a seguir mostrou todo o poder de influência do jogador.

A música ficou por cinco meses entre as mais tocadas em diversos países europeus e chegou a ser a mais vendida nas lojas virtuais da Apple – tanto no iTunes Brasil e países da América Latina, como Argentina, Chile, Colombia e Peru, quanto no iTunes de dez países europeus.

“Quando assisti ao Cristiano Ronaldo dançando, percebi qua alguma coisa diferente estava acontecendo e coisas boas estavam por vir”, disse Teló em entrevista ao jornal Diário de S. Paulo na ocasião.

Cristiano Ronaldo não foi o primeiro nem o último.

Antes dele, o craque Neymar, do Santos, apareceu dançando a coreografia de Teló no vestiário. Depois, outros atletas apareceram em vídeo fazendo o mesmo, como Alexandre Pato, Robinho e Thiago Silva, do AC Milan; o tenista Rafael Nadal; e jogadores do Denver Nuggets, da NBA.

Até soldados do exército israelense gravaram um vídeo dançando “Ai, se eu te pego”.

Ao perceber o novo mercado, Michel Teló gravou uma versão em inglês para a música, “If I catch you”.

“É uma música feita pelo povo e para o povo, o que ajuda a explicar esse fenômeno”, observa o produtor musical Carlos Eduardo Miranda, que lançou artistas como Skank e Raimundos e produziu o CD “Acústico MTV” do Lobão, vencedor do prêmio de Melhor Álbum de Rock Brasileiro no Grammy Latino de 2007. “Além disso, a letra maliciosa e o ritmo possibilitam a dancinha, que acabou caindo no gosto popular.”

“Ai, se eu te pego” foi criada pela compositora baiana Sharon Acioly em parceria com Antonio Dyggs, tendo como inspiração uma brincadeira criada por três estudantes de João Pessoa.

Para as fãs, o sucesso era esperado.

“Ele merece tudo isso que está acontecendo”, diz a modelo Jarla Zimmer, que em 2009 criou com duas amigas o Fã-Clube Michel Teló Sul, de São José do Cedro, Santa Catarina. “Michel Teló sempre foi uma pessoa humilde e simpática.”

O fã-clube tem hoje quase 700 sócias brasileiras e de outros países, 14.000 seguidores no Twitter e 2.000 fãs no Facebook.

“Ele sempre dizia que, se tivesse fãs como a gente em todos os cantos do país, iria explodir”, diz Jarla, que, nos últimos dois anos, assistiu a 18 shows do cantor. “Sempre que pode, ele agradece nosso apoio nos shows.”

Apesar de “Ai, se eu te pego” ainda ser sucesso, Michel Teló já trabalha para emplacar outras músicas. Do CD “Na balada”, ele também aposta nas músicas “Na minha humilde residência” e “Eu te amo e open bar”.

Você gostou desta reportagem?

3Rating_no

Incluir seu comentário

7 comentários

  1. hasna 05/29/2013

    Eu amooooooooooooooooooo michel telòòòòòòòòòòòòòòòòòòòòòòò tudo para mim

  2. nawel 05/31/2012

    realmente ele é o melhor cantor do mundo e é tão lindo

  3. mercdes 05/16/2012

    Michel Teló está passando por dificuldades porque sua mulher vai processá-lo, mas Michel tem todo o meu apoio, um beijo. Mercedes

  4. carlihno 05/02/2012

    é uma ótima canção, muito bonita e boa para dançar por muito tempo

  5. Jessica 03/22/2012

    Michel Teló é simplesmente o melhor cantor

  6. Juan Carlos 02/24/2012

    Olá, gostei da música, mas gostaria de saber se está em castelhano ou em espanhol, se não, façam a tradução para o espanhol e será um sucesso também na Espanha. Saudações cordiais e até mais. Amunt

  7. gilda 02/23/2012

    que lindo

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados