Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-12-09

Obama parabeniza Evo Morales por sua reeleição

TAMANHO DO TEXTO

    Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, parabenizou o presidente boliviano Evo Morales pela reeleição. REUTERS/Kevin Lamarque

Barack Obama, presidente dos Estados Unidos, parabenizou o presidente boliviano Evo Morales pela reeleição. REUTERS/Kevin Lamarque

9 de dezembro

LA PAZ, Bolívia — O governo do presidente Barack Obama parabenizou Evo Morales por sua contundente vitória nas eleições gerais da Bolívia, que o líder indígena venceu com 63% dos votos. O porta-voz do Departamento de Estado, Ian Kelly, destacou que os EUA estão dispostos a trabalhar com Morales para avançar no diálogo bilateral iniciado em maio.

“Felicitamos o presidente Evo Morales por sua reeleição e os bolivianos e suas instituições eleitorais por terem realizado um processo pacífico e ordenado”, disse Kelly, segundo a AFP. O representante do governo norte-americano acrescentou que os EUA desejam trabalhar com o presidente Morales “comprometendo-se com a Bolívia para promover um futuro mais justo e próspero”.

Como lembrou o jornal La Prensa, Bolívia e Estados Unidos suspenderam relações diplomáticas no nível das embaixadas em setembro do ano passado e, desde maio de 2009, tentam estabelecer uma nova agenda bilateral. A última reunião no âmbito dessas negociações ocorreu em outubro, em Washington. De acordo com a ANF, na ocasião o ministro boliviano das Relações Exteriores, David Choquehuanca, reuniu-se com a sub-secretária de Assuntos Globais dos EUA, María Otero, e o então sub-secretário para Assuntos do Hemisfério Ocidental, Thomas Shannon.

Os representantes dos dois governos combinaram que realizariam uma reunião final, em La Paz, para firmar o acordo que servirá de base para as relações bilaterais assim que as comissões técnicas concluírem seus trabalhos. Esse encontro poderia ser realizado ainda este ano.

O presidente Evo Morales também tenta definir a agenda bilateral para seu novo mandato. Conforme a AFP, ele afirmou que espera manter boas relações com Chile e Brasil. O governo de Morales conseguiu manter excelentes relações Michelle Bachelet, o que, aliás, levou Bolívia e Chile a estabelecerem uma agenda de trabalho conjunta. Os dois países não mantinham relações diplomáticas desde 1979.

Não se pode dizer o mesmo a respeito do Peru. Em 7 de dezembro, Morales chamou Alan García de “menino mimado dos gringos”, embora, em declaração à ANF, tenha dito que os dois são grandes amigos.

De acordo com o jornal El Deber, em um momento de redefinição de políticas para o novo mandato, Morales foi parabenizado em várias partes do mundo. O presidente venezuelano Hugo Chávez chamou sua vitória de “arrasadora”, o presidente uruguaio Tabaré Vázquez telefonou para cumprimentá-lo e a França se propôs a continuar colaborando com o desenvolvimento da Bolívia com base na nova constituição do país.

Você gostou desta reportagem?

1Rating_no

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados