Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2010-09-08

Edgar Valdez Villarreal preso aguardando inquérito

Por Diego Maya, Diego Gallardo e Olga Vélez para Infosurhoy.com—08/09/2010

Peru: Presidente Alan García está disposto a aceitar ajuda dos Estados Unidos.

TAMANHO DO TEXTO
Edgar Valdez Villarreal, suspeito barão da droga, permanecerá em uma prisão mexicana, enquanto a polícia investiga suas supostas ligações com o crime organizado. (Alfredo Estrella/AFP/Getty Images)

Edgar Valdez Villarreal, suspeito barão da droga, permanecerá em uma prisão mexicana, enquanto a polícia investiga suas supostas ligações com o crime organizado. (Alfredo Estrella/AFP/Getty Images)

CIDADE DO MÉXICO - Edgar Valdez Villarreal, suspeito barão da droga, teve prisão de 40 dias decretada por um juiz do México, enquanto estiver sendo investigado por supostas ligações com o crime organizado e outras acusações, segundo a polícia.

Edgar Valdez Villarreal, apelidado de "La Barbie" por a sua pele lisa e olhos verdes, está encarcerado na sede da Polícia Federal na capital do país, desde que foi preso na semana passada.

A decisão do juiz dá também tempo às autoridades mexicanas para decidir se vão extraditar Edgar Valdez Villarreal para os Estados Unidos, onde é procurado por acusações de narcotráfico. Kent Schaffer, advogado de Edgar Valdez Villarreal, disse que pretende apresentar uma petição para que seu cliente seja extraditado para os Estados Unidos.

“Esta é uma decisão que terá de ser tomada pela hierarquia superior do governo mexicano e vai levar tempo", declarou Schaffer, de acordo com a The Associated Press.

A prisão de Edgar Valdez Villarreal, que residia ilegalmente no México, deu fim a uma caçada de um ano levada a cabo pelas polícias do México e dos Estados Unidos. A polícia também prendeu sete de seus supostos cúmplices, que tiveram prisões de 40 dias decretadas pelo juiz, enquanto estiverem sendo investigados por outros delitos.

As autoridades mexicanas alegam que Edgar Valdez Villarreal esteve envolvido em dezenas de assassinatos durante a guerra que travou contra o cartel Beltrán Leyva, uma das maiores organizações criminosas do narcotráfico no país.

Peru: Presidente Alan García está disposto a aceitar ajuda dos Estados Unidos

LIMA, Peru - O presidente do Peru, Alan García, está disposto a aceitar a ajuda militar dos Estados Unidos na luta de seu país contra o narcotráfico.

García quer que os Estados Unidos financiem programas que ajudem a fortalecer a logística e os programas de treinamento militar, conforme declarou em entrevista à CNN en Español.

"Em todas as questões humanas e universais, não tenho qualquer desacordo a respeito de soberania e patriotismo", disse. "Isto é, se os americanos quiserem colocar suas tropas de formação (aqui), como eles têm helicópteros, como eles têm treinadores de satélite aqui, esta é a hora certa."

García está pedindo mais ajuda aos Estados Unidos no momento em que seu país está se tornando o maior produtor mundial de folha de coca – principal ingrediente usado para fabricar a cocaína.

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime revela que o Peru ultrapassou a Colômbia como líder mundial da coca, produzindo 119 mil toneladas no ano passado.

"O que é necessário não está sendo feito, que é fechar os novos mercados europeus e asiáticos que estão demandando mais entorpecentes", disse García.

Força militar colombiana mata 11 supostos membros do ELN

BOGOTÁ, Colômbia – A Força Aérea e tropas do Exército mataram 11 supostos membros do Exército de Libertação Nacional (ELN), uma das maiores organizações criminosas do narcotráfico no país.

O conflito armado, durante o qual outro suposto membro do ELN foi ferido, ocorreu em um acampamento às margens do rio Bojana, perto da fronteira com a Venezuela, de acordo com militares colombianos.

A força aérea e os soldados da 8ª Divisão do Exército “efetuaram um ataque preciso a um acampamento de terroristas da Frente Oriental de Guerra do ELN", declarou o general Javier Fernández Leal à EFE.

Os militares também apreenderam 13 espingardas, rádios bidirecionais e explosivos que estavam no acampamento, situado a cerca de 18 km da cidade de Saravena, de acordo com Fernández Leal.

"Ainda não terminamos a operação", declarou Fernández Leal à EFE.

O ELN é a segunda maior organização rebelde do país, ficando atrás das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

El Salvador: Polícia encontra milhões em dinheiro suspeito de pertencer ao narcotráfico

SAN SALVADOR, El Salvador – A polícia encontrou mais de US$ 10 milhões em dinheiro suspeito de pertencer ao narcotráfico dentro de dois tambores de óleo enterrados, segundo a polícia.

O primeiro barril foi descoberto em 2 de setembro em um rancho na cidade de Penitente Abajo, a cerca de 62 km da capital.

O barril continha notas de 100, 50 e 20 dólares norte-americanos, e as autoridades suspeitam que pertença ao narcotráfico, segundo a polícia.

Se concluirmos que esse dinheiro pertence aos narcotraficantes, este será o maior golpe contra o crime organizado no país", declarou à BBC o ministro da Justiça salvadorenho, Manuel Melgar.

A descoberta fez com que a polícia, com o apoio da Agência Antidrogas (DEA) dos Estados Unidos, realizassem inspeções na área, durante as quais outro tambor cheio de dinheiro foi encontrado a cerca de cinco metros de distância. El Salvador usa o dólar norte-americano como moeda.

"É possível que haja mais, e estamos obrigados a conduzir uma investigação detalhada", disse Carlos Ascencio, diretor da Polícia Nacional Civil, de acordo com a The Associated Press.

Nicarágua: Marinha mata suposto narcotraficante

MANÁGUA, Nicarágua – A Marinha matou um suposto traficante de drogas em um tiroteio, prendeu outro homem e apreendeu uma quantidade não especificada de maconha, de acordo com um porta-voz militar.

O tiroteio ocorreu no mar, a 90 km de Puerto Cabezas, capital da Região Autônoma do Atlântico Norte, no setor Cabo Gracias a Dios, perto de Honduras, segundo o porta-voz militar, tenente-coronel Fábio Zelaya.

O nome e a nacionalidade do suposto traficante de drogas ainda estão sendo investigados, mas Kelly Martínez, 35, natural de Bluefields, na Nicarágua, foi levado sob custódia, segundo Zelaya. A Marinha também apreendeu um fuzil M-16 e a lancha usada pelos supostos traficantes, acrescentou.

Você gostou desta reportagem?

1Rating_no

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados