Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2011-12-05

FARC acossam indígenas colombianos

Por Carlos Andrés Barahona para Infosurhoy.com—05/12/2011

De 2002 a 2010, 1.500 índios foram mortos pela organização terrorista.

TAMANHO DO TEXTO
Cerca de 40% dos líderes indígenas colombianos foram ameaçados pelas FARC, segundo a Organização Nacional Indígena da Colômbia (ONIC). Na foto, índios da tribo Embera-Katío. (Cortesia da ONIC)

Cerca de 40% dos líderes indígenas colombianos foram ameaçados pelas FARC, segundo a Organização Nacional Indígena da Colômbia (ONIC). Na foto, índios da tribo Embera-Katío. (Cortesia da ONIC)

BOGOTÁ, Colômbia – Aureliano Socarreño, 79 anos, e seu neto Julio, 14, dois índios da reserva Nasa West, na região centro-oeste da Colômbia, foram as mais recentes vítimas da violência das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

Enquanto caminhavam por Planadas, no departamento de Tolima, em 18 de novembro último, Socarreño pisou em uma mina terrestre enterrada pelas FARC e morreu na explosão.

Outros integrantes da tribo correram para ajudá-lo, entrando no campo minado. Foi quando o neto de Socarreño também morreu vítima de um dos explosivos. Um soldado do Exército Nacional que os ajudava foi o alvo seguinte, enquanto dois outros índios ficaram feridos na tentativa de socorro.

O general Henry Torres, comandante da Quinta Divisão do Exército Nacional, declarou à mídia local que as ações das FARC “são uma clara violação do direito internacional humanitário por parte do grupo narcoterrorista.”

A verdade é que, além de colocar bombas, sequestrar pessoas e mantê-las reféns por anos, se autofinanciar com o narcotráfico e outras atividades ilegais, inclusive abusar de seus próprios integrantes, as FARC também atacam sem trégua a população indígena da Colômbia.

Entre 2002 e 2010, 1.500 indígenas foram mortos pela organização terrorista, segundo a Organização Nacional Indígena da Colômbia (ONIC).

“Mil e quinhentos índios mortos em 8 anos é um número que realmente faz qualquer um pensar sobre a ignorância e a barbárie com que as FARC cuidam de seus assuntos”, ressalta Gloria Amparo Rodríguez, especialista em legislação indígena da Universidad del Rosario.

Desde 2004, 80.000 índios foram forçados a deixar suas terras devido às hostilidades das FARC, segundo a ONIC.

“Nossos povos indígenas não podem caminhar livremente em suas próprias terras”, lamenta Luis Evelis, líder indígena e representante da ONIC. “Os guerrilheiros os rodearam de campos minados e matam seus líderes para enfraquecer as comunidades, semeando medo e forçando a dispersão dos [nativos]. [As FARC querem] o controle de zonas estratégicas na sua luta contra o governo e para cultivar folhas de coca.”

Há 1,3 milhão de indígenas na Colômbia, ou 3% da população, segundo o censo de 2005.

Em novembro, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) alertou que “a situação de segurança dos indígenas colombianos é grave e o ACNUR manifesta a sua preocupação com os sérios atos de violência enfrentados pelas comunidades indígenas Embera-Katío, Embera-Dobida e Senú, em Antioquia, e pelo povo Awá, no departamento de Nariño.”

Após a morte do líder das FARC, Alfonso Cano, o Exército colombiano constatou que o grupo terrorista assassinava regularmente líderes indígenas da comunidade Awá em 2009, baseado nas comunicações encontradas em um dos computadores do líder guerrilheiro: “A coluna de Mariscal Sucre executou 8 bandidos indígenas, repudiados pela comunidade, traidores confessos, capturados quando exploravam para o Exército.”

Segundo a ONIC, 40% dos líderes indígenas colombianos já foram ameaçados pelas FARC.

Os departamentos de Antioquia, Nariño e Cauca vivem uma situação delicada em relação a agressão e assassinato de indígenas, denunciou o jornal colombiano El Espectador.

Nos primeiros 6 meses de 2011, 19 índios foram mortos em Antioquia, enquanto as comunidades Embera, de Nariño, já foram declaradas pela ONIC como ameaçadas de extinção.

“Os diferentes protagonistas armados não podem continuar nos matando”, declarou Evelis à mídia local depois que as FARC mataram Fabio Domicó Domicó, líder da comunidade Embera, em novembro último no oeste de Antioquia. “O governo colombiano deve implementar imediatamente ações para proteger a vida de nossos líderes e garantir a sobrevivência de nossas comunidades.”

Para Cecilo Medina, cientista político da Universidad Javeriana, as intenções das FARC de assassinar líderes indígenas e deslocar comunidades são claras.

“Historicamente, os indígenas colombianos têm se mantido neutros em relação ao conflito”, afirma. No entanto, as FARC querem o controle de suas terras para “transformá-las em bases para o tráfico de cocaína. A melhor maneira de conseguir isso é matando os líderes da comunidade e forçando o resto da população se dispersar.”

Medina acrescenta que as FARC frequentemente acusam os índios de colaborar com as autoridades antes de executá-los.

Mas o presidente Santos já deixou claro que protegerá a população indígena de seu país.

Ao assumir a presidência no ano passado, o presidente declarou: “O governo colombiano está comprometido com a proteção de nossas comunidades indígenas. Estamos empenhados em proteger suas terras sagradas, seu meio ambiente, e respeitamos sua neutralidade em relação ao conflito, mas não permitiremos que [as FARC] sigam atropelando nossos povos indígenas e seus líderes. Cada comunidade indígena é parte de uma grande estratégia conjunta de segurança que o governo está implementando para manter a paz no país e acabar com as FARC."

Você gostou desta reportagem?

18Rating_no

Incluir seu comentário

28 comentários

  1. jesus urueña 05/29/2012

    mas a coisa mais triste é que o governo não aperta o cinto e permite que tudo aconteça, o que mais nos espera com tal governo fraco com nossos senadores que apenas fazem leis para se defenderem dos erros que cometem e saber que nós mesmos somos os culpados por não saber eleger amigos agora que presidente vamos eleger por isso é que é tão triste

  2. yimmi 02/20/2012

    por Deus, o que os indígenas têm a ver com os narcotraficantes, absolutamente nada, por Deus que as autoridades façam algo já que nossos únicos ancestrais deste planeta estão a ponto de desaparecer, nossos indígenas usam sua ajuda, vamos Colômbia, vamos na luta contra as FARC.

  3. hector zapata 02/16/2012

    É a triste realidade do povo colombiano diante de uma situação que saiu de controle devido aos próprios militares e muitos governos que orquestraram esses massacres impiedosos contra a população civil e indígena de todas as regiões.

  4. cunny 02/14/2012

    Eu achava que era assim e a imprensa diz isso todos os dias. Há um conflito armado e há milhões de colombianos que foram forçados a deixar suas terras, indígenas e camponeses. De um lado, o exército, as AUC, que defendem o sistema estabelecido (injustiça, terror, assassinatos de dirigentes populares camponeses; as FARC-EP; a pergunta é quem são os novos donos de milhões de hectares de terras que pertencem ao povo que trabalha nelas. Milhares de refugiados vivem no Equador.

  5. valentin 02/13/2012

    quanta dificuldade vivem os cidadãos de nosso país irmão da Colômbia, sabendo que o próprio governo é tão culpado como esse terrorista, assassino, degenerado, antipatriota e o lamentável é que ao governo não interessa acabar com algo que eles mesmos promoveram e saiu do controle, que pena..

  6. cesar quelal 02/13/2012

    As FARC não passam de terroristas assassinos e sequestradores que não perseguem nenhum ideal político em benefício dos menos favorecidos, seu único propósito é o lucro por meio da extorsão e do narcotráfico.

  7. German Leon 02/13/2012

    ISSO É ALGO QUE COMPETE NÃO SÓ AO GOVERNO, MAS TAMBÉM A TODO O MUNDO CIVILIZADO, ATRAVÉS DO QUAL SOMOS INFORMADOS SOBRE AS DIFERENTES TRIBOS, QUE PREENCHERAM UM PASSADO NÃO MUITO DISTANTE NESSAS TERRAS PRODIGIOSAS, QUE SÃO RICAS EM MATERIAIS FERROSOS, E RIQUEZAS ÁUREAS DE TODO TIPO. HOJE ANTROPÓLOGOS MODERNOS ESTÃO MAIS FOCADOS EM BUSCAR A ORIGEM DAS LUTAS DA GUERRILHA DO QUE NO INÍCIO DA VIDA INDÍGENA NESTAS TERRAS, PORTANTO ESTAS TRIBOS SEMPRE LEVARAM A PIOR PARTE, NA LUTA PELA IGUALDADE, EM TODOS OS NÍVEIS DE ORDEM INSTITUCIONAL. DEVERÍAMOS DAR MAIS ATENÇÃO À SUPERAÇÃO DAS LUTAS ARMADAS, PARA DAR A ESSES ÍNDIOS UM ESPAÇO EM SUAS TERRAS, QUE SÃO SUA ÚNICA ESPERANÇA NESTE MUNDO!!!

  8. fabian 02/12/2012

    dá tristeza como os colombianos tão inteligentes que somos nos deixemos levar pelas mentiras a seu favor que os oligarcas contam para confundir o povo e depois eles usam esse escudo para continuar fazendo das suas junto com mercenários e seus derivados para esconder sua mão obscura e corrupta.

  9. miguel arcangel ARELLANO VILLACIS 02/11/2012

    NÃO É POSSÍVEL QUE NO SÉCULO XXI ESSE TIPO DE SITUAÇÃO OCORRA NA COLÔMBIA QUEREMOS QUE HAJA UMA PAZ AUTÊNTICA NA AMÉRICA LATINA, TODOS OS GOVERNOS DA REGIÃO TÊM QUE CONCORDAR MUTUAMENTE PARA BUSCAR UMA SAÍDA DEFINITIVA PARA SAIR DESSA AGITAÇÃO DA QUAL NENHUM DE NÓS PODE SE EXIMIR PORQUE PERTURBA A COMPOSIÇÃO DA NOSSA GRANDE PÁTRIA ASPIRADA POR BOLÍVAR E OS PRÓCERES LATINO-AMERICANOS, NÃO PARA SOLUÇÕES ARMADAS, SIM PARA SOLUÇÕES ONDE UM DIÁLOGO COMPROMETIDO REINE PARA O BEM-ESTAR REGIONAL QUE PERMITIRÁ O VERDADEIRO PROGRESSO E AS MUDANÇAS SIGNIFICATIVAS QUE TODOS PRECISAMOS URGENTEMENTE.

  10. david 02/11/2012

    é incrível a inocência e cegueira mental de alguns colombianos que não percebem quem são os verdadeiros genocidas e vende-pátrias de nosso país.

  11. HECTOR 02/11/2012

    O QUE É DIFÍCIL DE ACREDITAR É QUE, DEPOIS QUE A SOCIEDADE CIVIL COLOMBIANA E O EXÉRCITO ASSASSINARAM OS ÍNDIOS, O QUE FICOU CONHECIDO COMO GUAJIBIANDO, DEPOIS QUE VIMOS O EXÉRCITO COLOMBIANO E AS AUC ASSASSINAR OU MASSACRAR PESSOAS MILHARES DE VEZES DISFARÇADOS DE GUERRILHEIROS PARA CULPAR AS FARC, O QUE FICOU CONHECIDO COMO FALSOS POSITIVOS E AINDA ACONTECE, VOCÊS APARECEM COM ESSA NOTÍCIA INSÓLITA, NÃO SERIA MAIS UM FALSO POSITIVO???? PARA PEDIR MAIS DINHEIRO PARA O PLANO COLÔMBIA!!!! RAZÕES LHES SOBRAM

  12. Alvaro Arango Rodriguez 02/10/2012

    A única forma de acabar com todas essas gangues criminosas é fazendo inteligência militar e dar-lhes chumbo sem dó, como eles fazem com a população indefesa. Chega de diálogo com esses facínoras asquerosos que não têm mãe. Avante presidente que tem todo o respaldo do povo colombiano. Porque não é possível que uns poucos venham nos impor suas pretensões. Para o inferno com todos eles.

  13. krhist 02/09/2012

    Sim é realmente triste como tantas pessoas opinam, se queixam, mas continuam apegadas ao meio político para seus interesses pessoais e falam de partidos, de movimentos etc. mas nada disso a favor do verdadeiro povo, aqui os principais responsáveis são as mesmas famílias que manobraram nosso país vendendo-o a seus supostos amigos que querem centralizar o poder, controlar a informação e gerar caos para que o povo continue com o cérebro lavado... NÃO ESQUERDA, NÃO DIREITA, SÃO APENAS SISTEMAS PARA CONTROLAR-NOS, ACORDEM!!!

  14. julian eduardo 02/08/2012

    é muito triste ver a crueldade das FARC plantando minas para pessoas inocentes e indefesas como os indígenas e a população camponesa que não têm nada a ver com a guerra

  15. julio betancurth 02/08/2012

    O presidente Santos deve ter pulso forte porque vemos os danos aos indígenas e camponeses que estão desprotegidos à mercê desses assassinos das FARC e do ELN e de outros tantos atores

  16. alfredo urarte 02/06/2012

    Como colombiano, dói ver essa realidade e que os outros não acreditem, dói tanta indiferença e que esses terroristas provem como é fácil enganar os demais que riem em suas caras, que pena dos indígenas, dos camponeses, esperamos que as pessoas boas se conscientizem

  17. freddy 02/04/2012

    Se as Forças Revolucionárias da Colômbia não existissem vocês acham que o país seria um paraíso na Terra, cheio de latifundiários submissos com uma distribuição de riqueza equitativa, onde as empresas transnacionais só teriam o papel de árbitros imparciais. E os políticos e desfalcadores do Estado colombiano assumiriam seu papel messiânico de doadores da verdade e justiça. Bem, pergunte a você mesmo e deixe de ser bobo, pois não se amarram os cães com coleiras de chouriça (nem nunca).

  18. BALERIO ENTZACO 02/04/2012

    Isso não pode acontecer já que o governo da Colômbia tem que deter essa criminalidade, ver essas crianças nessa situação é muito lamentável, eu me solidarizo com os indígenas, é violentar os direitos humanos, pois são menosprezados porque são indígenas. No Equador, temos como refugiados mas alguns não respeitam, causam danos ao povo equatoriano apesar de lhes darmos apoio. Eu como indígena respaldo a Nacionalidade, que o governo intervenha e ajude a ter uma vida digna. Por favor, na América Latina é preciso acabar o racismo e a xenofobia. Avante companheiros estamos com vocês.........

  19. G. Bolivar 02/04/2012

    Não sei até que ponto o governo pode armar os povos indígenas para que possam combater esses assassinos sem alma. Não é possível que a única maneira de defendê-los seja expondo suas vidas. Bem, os seguidores desses assassinos insanos como Nelson Silva podem ter uma opinião diferente. É tão fácil opinar no conforto e segurança de uma cidade, onde pessoas como Nelson não podem imaginar por um segundo uma família sendo perseguida por uma horda de assassinos a caçá-los como presas. E, por falar nisso, Teodora Bolivar e seus colombianos e colombianas que apoiam as FARC não aparecem em lugar nenhum. E já que ela está gritando do topo das montanhas que defende os colombianos, então por que não defende os indígenas, que são mais colombianos do que qualquer pessoa? somos importados e intrusos em suas terras, que lhes pertencem, e se sempre sofreram perseguição e migração forçada, está na hora de deter essa violência contra os proprietários dessas terras. Sra. Teodora Bolivar, você, como chefe narcoterrorista, ordene a seus subordinados narcoterroristas que parem a perseguição, as migrações forçadas e os massacres de indígenas por seus grupos de assassinos. Lembre-se de que, com seu comunismo caduco e alianças chavistas, a única coisa que está fazendo é abrir caminho em direção ao tribunal penal internacional, onde mais cedo ou mais tarde terá de comparecer por patrocinar esses massacres. E, então, nem mesmo o Chapolin Colorado poderá salvá-la.

  20. PEDRO 02/03/2012

    ISSO É UMA GRANDE FARSA, O MESMO ESTADO COLOMBIANO PROMOVEU A RETIRADA DAS TERRAS DOS INDÍGENAS SE OBSERVAREM O QUE ACONTECEU NA SERRA NEVADA DURANTE O GOVERNO DE URIBE FORAM VENDIDOS 10.000 HECTARES DE TERRA DOS QUAIS 15.000 ERAM DOS INDÍGENAS E FOI À FORÇA POR GRUPOS PARAMILITARES DA AUC, ALVARO URIBE DESMOBILIZE POR FAVOR ESTAMOS CANSADOS DE TANTO PARAMILITARISMO NA COLÔMBIA E TANTO NARCOTRÁFICO.

  21. william tierras 02/03/2012

    um bom projeto escolar

  22. EDUARDO 02/01/2012

    É ALGO DIFÍCIL DE ACREDITAR QUE O GOVERNO POSSA FAZER ALGO COM RELAÇÃO ÀS FARC JÁ QUE NUNCA CONSEGUIRAM CONTROLÁ-LAS, SEMPRE HOUVE INTERESSES CRIADOS COM OUTROS PAÍSES PARA QUE CONTINUEM SUBSISTINDO PORQUE ASSIM QUANDO ACONTECE ALGO NA REGIÃO AS FARC SÃO OS BODES EXPIATÓRIOS.

  23. nelson silva 01/29/2012

    está é a mais vil mentira, quem historicamente tem assassinado não só os indígenas mas também camponeses, pescadores, sindicalistas, operários e lutadores sociais entre outros é única e exclusivamente o governo fascista da Colômbia através de seu exército oficial e do paralelo que são ninguém menos que os paramilitares dirigidos pelo bandido JORGE 40.

  24. paola 01/25/2012

    tomara que o presidente Santos cumpra o que disse quanto a proteger os indígenas.

  25. cecilia martinez 01/21/2012

    são situações pelas quais os governos nacional e estadual são responsáveis, zelar pela segurança dos cidadãos, mais ainda sendo indígenas, os governos territoriais devem formar assembleias e criar uma base protetora de segurança.

  26. Mauro Shakai 01/14/2012

    Realmente esse grupo extremista comete genocídio contra o povo indígena da Colômbia, como pode matar inocentes o que têm a ver os indígenas, minha solidariedade aos dirigentes. Na atual política da América do Sul, muitos falam de esquerda e direita, realmente estão cegos, quer dizer que esquerda é matar pessoas, não sejamos hipócritas digamos realmente qual é o nosso verdadeiro interesse, se você é inimigo do capitalismo queime todo o dinheiro do mundo.

  27. Miguel Angel Feijoo Serrano 01/09/2012

    Quanta tristeza me causa saber dos inúmeros assassinatos dos pobres indígenas colombianos. Eu morei em Cali e gosto muito dos colombianos (me trataram bem) mas esses crimes não têm perdão. Como defender esses indígenas? E pensar que esse presidente do Equador não reconhece que são "guerrilheiros narcoassassinos". Eu os parabenizo por essas informações. Escrevo do Equador, província de El Oro, Machala. Gostaria de uma amizade com uma dama colombiana educada, sincera, agradável, bonita para ter uma boa amizade. Obrigado, abraços.

  28. luz mary g m 01/06/2012

    é triste ver como essas pessoas assediam seres inocentes e muitos dizem que eles não fazem nada de errado, se eles soubessem os danos que estas pessoas causam ao meu país não as apoiariam tanto, realmente causam muitos danos e sempre os mais prejudicados são os camponeses pobres que não têm nada a ver com o conflito armado

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados