Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2010-07-08

Virgem da Paz venezuelana exibe sinais do tempo

Layisse Cuenca para Infosurhoy.com — 08/07/2010

Monumento simbólico precisa de manutenção, diz funcionário

TAMANHO DO TEXTO
Com 27 anos de idade, o Monumento à Virgem da Paz começa a mostrar sinais de envelhecimento e precisa de reparos. (Layisse Cuenca para Infosurhoy.com)

Com 27 anos de idade, o Monumento à Virgem da Paz começa a mostrar sinais de envelhecimento e precisa de reparos. (Layisse Cuenca para Infosurhoy.com)

TRUJILLO, Venezuela – O Monumento Virgem da Paz precisa de reforma.

Foi isso que Gladys Rodríguez, bilheteira do centro de visitas ao monumento, declarou quando olhou para a mais alta estátua da Virgem Maria no mundo.

A icônica atração, que tem 27 anos de idade, 46,7 metros de altura e está situada no alto de um morro a 1,7 mil metros do nível do mar no estado de Trujillo, cerca de 560 km a oeste da capital da nação, está desmoronando.

“Nem antes - nem agora - o goveno forneceu verba para cuidar dela", declarou Rodríguez. "Sempre financiamos [a manutenção] com o dinheiro proveniente das visitas turísticas".

O monumento da Virgem Maria com uma pomba branca na mão direita é a atração principal de um dos grandes pontos turísticos do país. A estátua, que fica no morro de La Peña de la Virgen, está cercada por um complexo que conta com um parque recreativo e uma capela, onde também há concertos. A entrada para o complexo custa 8 bolívares (US$ 1) para adultos e 5 bolívares (US$ 0,66) para crianças, e o estacionamento custa 4 bolívares (US$ 0,50). O complexo também oferece vistas que são verdadeiros cartões postais do Lago Maracaibo, o maior da América do Sul.

Mas é preciso reformar as instalações para que os visitantes possam desfrutar do local e, em especial, da estátua, que custou 18 meses de trabalho ao escultor Manuel de La Fuente. Ela afirma que o equipamento usado para assistir os deficientes e os idosos não tem recebido manutenção.

Deyanira Vásquez, 34, veio de Caracas com a família para visitar o monumento pela primeira vez, mas nem todos os parentes puderam subir até o alto do morro.

“É uma coisa muito linda e a vista, embora o dia esteja nublado, é impressionante", disse ela. "E uma pena que a vovó não tenha podido subir até aqui.”

Uma associação civil era responsável pela manutenção do complexo até seis meses atrás, quando o governo do estado de Trujillo assumiu o controle do local.

“Em 20 de novembro de 2009, a associação civil Virgen de la Paz transferiu o Monumento à Paz para o governo de Trujillo", disse Alexander Ramírez, procurador geral do estado de Trujillo, ao jornal estatal Correo del Orinoco.

Mas não foi uma transição suave, declarou Rodríguez.

“A atual administração publicou cartazes novos, mas com datas, altura [do monumento] e outros detalhes incorretos, que precisamos corrigir quando os visitantes perguntam", disse Rodríguez, acrescentando que "o elevador não funciona há anos" e os banheiros tampouco estão nas melhores condições para uso público.

Segundo declaração de Ramírez ao Correo del Orinoco, a prefeitura pretende investir 32 milhões de bolívares (US$ 7,4 milhões) para reformar o entorno do parque, além de construir um "hotel de três estrelas, com capacidade para 60 hóspedes" a fim de atrair mais turistas.

Víctor Rincón, residente de Trujillo que também visitou o monumento recentemente pela primeira vez, disse que é "surpreendente que tenhamos algo tão importante no nosso estado e não lhe demos a atenção que merece. Contudo, os jardins são belos, e os balanços (da área de recreação infantil) estão em bom estado”.

Ana María e Letty Suárez acordaram cedo para viajar do centro-oeste do estado de Lara para agradecer à Virgem por ter atendido a suas preces.

“O monumento está limpo e cuidam bem dos parques", disse Ana María, "mas os banheiros precisam de reforma".

Você gostou desta reportagem?

0

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados