Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2010-10-06

Latino-americanos esquentam finais da Liga Principal de Beisebol

Por Dave Carey para Infosurhoy.com – 06/10/2010

Todos os oito finalistas dependem dos astros do continente.

TAMANHO DO TEXTO
Será que o dominicano Francisco Liriano consegue levar o Minnesota Twins ao seu primeiro título da World Series desde 1991? (Eric Miller/Reuters)

Será que o dominicano Francisco Liriano consegue levar o Minnesota Twins ao seu primeiro título da World Series desde 1991? (Eric Miller/Reuters)

WASHINGTON, D.C., EUA – O clima está esfriando nos Estados Unidos, mas as finais da Liga Principal de Beisebol já começam a esquentar graças a uma boa dose de tempero latino.

Os jogadores da América Latina desempenham papeis fundamentais em todos os oito times, que estão a 11 vitórias cada do título da World Series, o maior campeonato do esporte.

Na Liga Nacional, o bicampeão e defensor do título da Liga Nacional, o Philadelphia Phillies (97 vitórias e 65 derrotas), joga contra o Cincinnati Reds (91-71), enquanto o San Francisco Giants (92-70) encara o Atlanta Braves (91-71). Pela Liga Americana, o New York Yankees (95-67), campeão da World Series e defensor do título da Liga Americana, deve começar jogando contra o Minnesota Twins (94-68), e o Texas Rangers (90-72) abre a pós-temporada na Flórida contra o Tampa Bay Rays (96-66).

Cada série de rodadas das divisões é disputada em “melhor de cinco”, com os vencedores passando para a série do campeonato da liga, que é disputada em “melhor de sete”. Os vencedores de cada liga se encontram na World Series, onde o time que ganhar quatro jogos sagra-se campeão do torneio.

Jogadores latino-americanos que participam da pós-temporada do passatempo preferido nos Estados Unidos:

Minnesota Twins

Francisco Liriano, arremessador

O veterano jogador finalmente reconquistou seu status de arremessador de elite nessa temporada, surgindo como um dos candidatos ao prêmio Cy Young da Liga Americana como melhor arremessador. Liriano, um dominicano de 26 anos da cidade de San Cristóbal, obteve 14 vitórias e 10 derrotas, com uma média de corridas merecidas de 3,62, e 201 eliminações contra 58 bases conseguidas. Ele deve começar jogando no Jogo 1 na noite de quinta-feira contra o New York Yankees.

New York Yankees

Mariano Rivera, arremessador

O jogador de 40 anos da Cidade do Panamá é talvez o melhor arremessador reserva e atravessa uma das melhores temporada de sua carreira. Ele tem 33 salvamentos com uma média de corridas merecidas de 1,80, tendo permitido apenas dois home runs em 61 jogos. Ele também tem tido desempenhos fantásticos em pós-temporadas durante sua carreira, tendo sido eleito o melhor jogador da World Series em 1999 e da American League Championship Series em 2003.

Texas Rangers

Vladimir Guerrero, rebatedor designado

O dominicano de 35 anos da cidade de Nizao é um dos melhores rebatedores do esporte e teve uma temporada fantástica. Seu percentual de rebatidas é de 30%, com 29 home runs e 115 corridas impulsionadas, marcando ainda 83 corridas e levando o time do Rangers às finais pela primeira vez desde 1999.

Tampa Bay Rays

Rafael Soriano, arremessador

O dominicano de 30 anos da cidade de San José tem sido o pilar do aquecimento do time, na liderança da Liga Americana com a marca de 45 salvamentos e uma insignificante média de corridas merecidas de 1,73. Se o time do Rays chegar à World Series pela segunda vez em três temporadas, vai precisar que Soriano continue bem, sendo dominante nas últimas entradas contra os melhores rebatedores do esporte.

Philadelphia Phillies

Plácido Polanco, terceira base

O jardineiro interno de 34 anos está em seu segundo contrato com o Phillies e tem sido uma peça chave do esquema defensivo do time como segundo rebatedor. Nessa temporada, o dominicano tem um aproveitamento de rebatidas de 29,8%, com seis home runs e 52 corridas impulsionadas, além de 76 corridas marcadas. Polanco possui muita experiência em pós-temporadas, tendo sido eleito o melhor jogador da Liga Americana Championship Series em 2006, quando levou o Tigers à World Series.

Cincinnati Reds

Edinson Vólquez, arremessador

O arremessador destro de 27 anos, natural de Barahona, na República Dominicana, faz sua estreia na pós-temporada. Vólquez começou jogando em apenas 12 jogos esse ano, após se recuperar de uma cirurgia de reparação dos ligamentos do cotovelo. Sua marca de 4 vitórias e 3 derrotas, com uma média de 4,31 corridas merecidas, não impressiona, mas suas últimas quatro partidas foram fantásticas com 1 vitória e 1 derrota, com uma média de corridas merecidas de 1,94 e 31 eliminações.

San Francisco Giants

Edgar Rentería, interbases

O versátil jardineiro interno provavelmente começará no banco do time do Giants, mas sua experiência em pós-temporadas será valiosa para os campeões da Divisão Oeste da Liga Nacional. O jogador de 35 anos, natural de Barranquilla, na Colômbia, já jogou 72 partidas esse ano, com um aproveitamento de rebatidas de 27,6%, três home runs e 22 corridas impulsionadas. Em 1997, Rentería ganhou a World Series jogando pelo Florida Marlins com duas eliminações simples logo na 11ª entrada do Jogo 7 contra o Cleveland Indians.

Atlanta Braves

Alex González, interbases

O venezuelano de 33 anos da cidade de Cagua, surgiu como um potente rebatedor no meio da escalação inicial do time, com um aproveitamento de rebatidas de 25%, 23 home runs e 88 corridas impulsionadas, números incríveis para um jogador em sua posição. González, que foi adquirido junto ao Toronto pouco antes do fim do prazo para contratações em julho, tem muita experiência em finais, incluindo o titulo da World Series de 2003 pelo Florida Marlins, e duas participações em finais pelo Boston Red Sox.

Você gostou desta reportagem?

0

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados