Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2011-05-06

Mano Menezes quer recuperar prestígio da Seleção

Por Dave Carey para Infosurhoy.com—06/05/2011

Colômbia: Medina suspenso após ser pego em exame antidrogas.

TAMANHO DO TEXTO
“O Brasil já foi referência e procuramos reconquistar esse [papel]”, disse Mano Menezes, técnico da seleção brasileira de futebol. “Temos certeza que esse protagonismo vai voltar e vamos trabalhar nessa direção.” (Sergio Moraes/Reuters)

“O Brasil já foi referência e procuramos reconquistar esse [papel]”, disse Mano Menezes, técnico da seleção brasileira de futebol. “Temos certeza que esse protagonismo vai voltar e vamos trabalhar nessa direção.” (Sergio Moraes/Reuters)

WASHINGTON, D.C., EUA – Mano Menezes, técnico da seleção brasileira de futebol, quer levar a Seleção de volta ao topo – espelhando-se na Espanha.

“A [referência] é sempre o ganhador [da Copa do Mundo], que hoje é a Espanha. O Brasil já foi referência e procuramos reconquistar esse [papel]”, disse o treinador. “Temos certeza que esse protagonismo vai voltar e vamos trabalhar nessa direção. Temos que assumir esse papel no futebol mundial.”

Para ajudar o Brasil a aumentar sua marca de cinco Copas do Mundo, Mano Menezes planeja implantar um estilo mais agressivo, que fará dos anfitriões da Copa do Mundo de 2014 os favoritos ao título. A última vez que o país sagrou-se campeão foi em 2002, no Japão. Desde então, o Brasil perdeu um pouco de seu brilho, ao ser eliminado nas quartas de final nas duas últimas Copas do Mundo.

Neymar e Paulo Henrique Ganso, do Santos, e Lucas, do São Paulo, devem ser as peças-chave dos Jogos Olímpicos de Londres em 2012 e da Copa do Mundo de 2014, e formar a base do ataque da Seleção.

Neymar, porém, está se tratando de diversas lesões, e Mano disse que vai adotar uma abordagem cuidadosa com seu prodígio de 19 anos.

“A prioridade é a seleção adulta”, explicou Mano. “Há a possibilidade de usá-lo na seleção adulta e não levá-lo à Copa do Mundo Sub-20, porque isso significaria tirá-lo do Santos (seu clube) por um período muito longo, e temos que ser sensatos.”

Colômbia: Medina suspenso após ser pego em exame antidrogas

Wilder Medina, o dinâmico artilheiro do Deportes Tolima, foi suspenso por três meses, multado em US$ 3.000 (R$ 4.800) e ordenado a fazer reabilitação depois que seus exames detectaram maconha pela terceira vez esse ano.

Os exames de Medina, empatado na artilharia da primeira divisão do país, acusaram a presença de maconha depois dos jogos de 5 e 13 de fevereiro e, novamente, depois da vitória por 2x0 sobre o Deportes Cali em 26 de março.

“Wilder tem um problema com vício e quer se reabilitar, ele precisa de ajuda”, disse Andrés Charria, advogado do jogador. “A maconha não é um doping, não melhora o desempenho físico. Ele está passando por um problema humano.”

Medina marcou 8 gols durante a temporada da primavera, depois de marcar 16 no último outono.

Dominicano Francisco Liriano não cede nenhuma rebatida

Francisco Liriano enfrentou 33 rebatedores na noite de terça-feira no jogo contra o White Sox, mas nenhum deles conseguiu rebater sequer uma bola do dominicano de San Cristóbal na vitória do Minnesota Twins por 1x0 em 3 de maio.

“Estou muito empolgado”, disse Liriano aos jornalistas depois do jogo. “Não dá para me explicar agora. Estou muito feliz, muito empolgado. Tive um começo de temporada difícil, então é muito empolgante.”

Liriano conquistou seis bases e eliminou dois rebatedores antes que Adam Dunn, do Chicago, pegasse seu 123º arremesso na interbases, finalizando o jogo. O arremessador de 27 anos foi cercado por seus colegas de time, que festejaram no campo do U.S. Cellar Field. Ele é o sétimo arremessador na história do Twins a não ceder nenhuma rebatida, e o primeiro desde 1999.

“Essa noite foi uma loucura”, disse Liriano, que vem arremessando para garantir sua vaga na rotação depois de entrar no jogo com a marca de 1 bola e 4 strikes, com uma média de corridas merecidas de 9,13.

“Ele não falou muito”, disse o campista central do Minnesota, Denard Span, aos jornalistas depois do jogo. “Acho que ele ficou sem fala. Acho que a ficha não caiu, o que ele fez, logo depois do jogo. Dava para notar... Não diria que ele quis chorar, mas dava para notar que estava emocionado, e dá para dizer que ele deu tudo de si essa noite.”

Certamente, foi uma noite emocionante para Liriano. Ele teve um péssimo começo de temporada depois de obter 14 bolas e 10 strikes, com uma média de corridas merecidas de 3,62 em 2010. Liriano deveria retornar à forma de elite este ano, depois de alcançar seu primeiro desempenho sólido após uma cirurgia no seu braço arremessador que o deixou de fora na temporada de 2007.

“Provavelmente, já o vi jogar melhor, mas obviamente não com esses resultados”, disse o treinador de arremessadores do Minnesota, Rick Anderson, aos jornalistas depois do jogo. “Ele foi eficientemente agressivo. Acho que é esse o termo certo. E é isso, ele já jogou melhor, mas hoje ele manteve o desempenho e fez grandes arremessos quando precisou, e nossa defesa o apoiou muito bem.”

Rebatedor José Bautista em grande fase no Blue Jays

José Bautista está provando que não é jogador de uma rebatida só.

O defensor externo do Toronto Blue Jays, natural de Santo Domingo, República Dominicana, está construindo uma das melhores temporadas da história recente, ao estar entre os melhores da liga principal de beisebol em praticamente todas as categorias ofensivas. Bautista liderou na última temporada com 54 home runs, além de impressionantes 124 corridas impulsionadas.

Ele lidera a Liga Americana em média de rebatidas (35,7%), home runs (9), corridas (25), bases conquistadas (30), percentual na base (53,0%) e aproveitamento no bastão (76,2%).

O Blue Jays começou a semana com a marca de 14 vitórias e 17 derrotas, quatro jogos atrás do New York Yankees na disputa pelo primeiro lugar da Liga Americana – Divisão Leste.

Bautista liderou as ligas principais com 54 home runs e 124 corridas impulsionadas na última temporada.

“Depois que você faz algo do mesmo jeito por cinco ou seis anos, fica engraçado mudar”, disse ele, segundo a ESPN. “Agora eu posso girar o bastão para atacar a bola, em vez de tentar fazer algo quando já é tarde demais.”

Você gostou desta reportagem?

0

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados