Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2011-11-02

Quando Diego Forlán voltará a jogar pelo Uruguai?

Por Dave Carey e Ezra Fieser para Infosurhoy.com—02/11/2011

Seleção masculina de hóquei sobre grama da Argentina é ouro nos Jogos Pan-Americanos.

TAMANHO DO TEXTO
O craque atacante Diego Forlán não jogará pela seleção uruguaia depois de um estiramento muscular que sofreu durante o empate em 1x1 contra o Paraguai pelas eliminatórias da Copa do Mundo no mês passado. (Tony Gentile/Reuters)

O craque atacante Diego Forlán não jogará pela seleção uruguaia depois de um estiramento muscular que sofreu durante o empate em 1x1 contra o Paraguai pelas eliminatórias da Copa do Mundo no mês passado. (Tony Gentile/Reuters)

SANTO DOMINGO, República Dominicana – Se o Uruguai quiser manter seu vitorioso início nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, terá que fazê-lo sem a participação de Diego Forlán.

O ágil atacante ficará de fora dos próximos jogos devido a um estiramento que sofreu na perna esquerda durante o empate em 1x1 contra o Paraguai pelas eliminatórias da Copa do Mundo. Forlán, o atual Melhor Jogador da Copa do Mundo, levou seu time ao título da Copa América em julho, mas ficará apenas na torcida pelos próximos meses.

“Sinto fortes dores na perna e tive que parar de jogar, agora veremos o que os médicos dirão”, disse Forlán aos jornalistas. “Ainda não sei qual é o problema, mas não dava para continuar jogando. Temos que aguardar.”

Exames adicionais em seu clube, a Inter de Milão, revelaram um estiramento muscular e ele está sem jogar desde então.

Mas Forlán não é a única perda do time do técnico Óscar Wáshington Tabárez.

O Uruguai também não contará com a presença do astro Maxi Pereira, que não participará da partida contra o Chile em casa em 11 de novembro, válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo, seguida de um amistoso contra a Itália quatro dias mais tarde. Tabárez tem a opção de escalar Pereira para este amistoso, mas preferiu deixá-lo em seu clube, o Benfica.

A Celeste contará apenas com jogadores que atuam fora do país nesses dois jogos nas próximas semanas.

Os goleiros serão Fernando Muslera (Galatasaray), Juan Castillo (Colo Colo) e Martín Silva (Olimpia).

A zaga contará com Diego Lugano (Paris Saint Germain), Diego Godín (Atlético Madrid), Andrés Scotti (Colo Colo), Mauricio Victorino (Cruzeiro), Jorge Fucile (Porto), Sebastián Coates (Liverpool) e Martín Cáceres (Sevilla).

No meio de campo, Álvaro Fernández (Seattle), Álvaro Pereira (Porto), Diego Pérez (Bologna), Sebastián Eguren (Sporting Gijón), Gastón Ramírez (Bologna), Egidio Arévalo Rios (Tijuana), Walter Gargano (Napoli), Nicolás Lodeiro (Ajax) e Cristian Rodríguez (Porto).

E no ataque teremos a presença de Luís Suárez (Liverpool), Sebastián Fernández (Málaga), Edinson Cavani (Napoli), Sebastián Abreu (Botafogo) e Abel Hernández (Palermo).

Argentina é ouro no hóquei sobre grama masculino

A Argentina está de volta aos dias de glória.

A seleção masculina de hóquei sobre grama perdia por 1x0, mas virou o jogo e derrotou o rival Canadá por 3x1 na final da modalidade nos XVI Jogos Pan-Americanos, em Guadalajara, México, garantindo a vaga do país nas Olimpíadas de 2012, em Londres.

A vitória simbolizou a oitava medalha de ouro argentina no esporte em Jogos Pan-Americanos nos 12 torneios já realizados desde sua primeira edição em 1967.

A partida também foi a 10ª vez que Argentina e Canadá se enfrentaram na final, com seis vitórias argentinas. O Canadá havia derrotado a Argentina na final do esporte nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro em 2007.

A Argentina sofreu o primeiro gol no final do primeiro tempo, igualando o placar pouco antes do intervalo. No segundo tempo, os argentinos dominaram o jogo e marcaram dois gols, em uma demonstração de superioridade, garantindo a vitória.

“Aquele gol nos surpreendeu um pouco porque o Canadá sempre joga assim (no contra-ataque) e marcando, mas ficamos calmos e sabíamos que podíamos virar”, declarou o meio-campista argentino Matías Paredes aos jornalistas.

Os jogos, que acontecem a cada quatro anos em um país diferente das Américas, conta com 36 eventos e 8.500 atletas de 42 países. Os países latino-americanos mais bem colocados na competição foram Brasil (141 medalhas), Cuba (136), México (133), Colômbia (84) e Argentina (75).

Colômbia perde craque

Cristián Zapata não entrará em campo por um bom tempo.

O craque zagueiro da Colômbia sofreu uma lesão no joelho direito durante a vitória por 2x0 de seu clube, o espanhol Villarreal, sobre o Rayo Vallecano no último fim de semana. Como consequência, ele ficará de fora de algumas partidas válidas pelas eliminatórias da Copa do Mundo a serem disputadas nas próximas semanas.

Zapata teria reclamado de dores no joelho depois de jogar 90 minutos contra o rival da La Liga. Inicialmente, os médicos diagnosticaram a contusão como uma dor muscular, mas exames adicionais revelaram que Zapata teve uma distensão nos ligamentos.

A Colômbia vai sentir muito a falta de Zapata, pois o time encara a Venezuela em 11 de novembro, antes de seguir para a Argentina quatro dias depois, em jogos válidos pelas eliminatórias da Copa do Mundo.

A seleção colombiana estreou com uma vitória nas eliminatórias por 2x1 sobre a fraca Bolívia, mas terá que jogar ainda melhor se quiser conquistar os seis pontos em disputa nos próximos dois jogos.

“Ainda assim, com nove times no grupo, vai ser bem difícil”, afirmou o goleiro colombiano David Ospina aos jornalistas. “Sem o Brasil, as outras seleções verão como a chance de chegar à Copa do Mundo. Será uma jornada longa e difícil, porque há muitos bons jogadores sul-americanos em ação na Europa.”

Será que Messi conquistará a terceira Bola de Ouro da FIFA consecutiva?

O superastro argentino Lionel Messi tem a companhia de sete jogadores da seleção espanhola campeã do Mundial de 2010 entre os 23 finalistas ao prêmio Bola de Ouro, concedido ao melhor jogador do ano.

Jogadores de 10 países diferentes compõem a lista, com Espanha, Uruguai, Alemanha, Argentina, França e Brasil ostentando dois ou mais nomes.

O argentino de 24 anos é considerado o favorito ao prêmio pelo terceiro ano consecutivo, mas o português Cristiano Ronaldo também teve um excelente ano pelo Real Madrid, o principal rival do FC Barcelona, de Messi, na La Liga espanhola.

Mas os espanhóis dominam a lista de indicados, liderada pelo goleiro do Real Madrid Iker Casillas. Seu colega de time e também finalista ao prêmio, Mesut Özil, da Alemanha, acha que Casillas e Cristiano Ronaldo tem boas chances de levar o prêmio.

“Casillas tem sido o melhor goleiro do mundo há muitos anos e eu lhe daria o prêmio”, afirmou. “Ronaldo tem boas chances e um desejo verdadeiro de levar o prêmio.”

No Brasil, representantes do Santos disseram aos jornalistas em 1º de novembro que estão procurando uma agência internacional de marketing para melhorar a imagem de Neymar.

O camaronês Samuel Eto’o, atacante do time russo Anzhi Makhachkala, é o único jogador africano indicado e o atacante do Manchester United, Wayne Rooney, é o único inglês a fazer parte da lista.

A FIFA irá divulgar os três finalistas em 5 de dezembro e o vencedor será anunciado em 9 de janeiro de 2012, no Kongresshaus, em Zurique, Suíça.

A lista completa dos 23 jogadores é a seguinte: Sergio Agüero e Messi (Argentina); Daniel Alves e Neymar (Brasil); Eto’o (Camarões); Rooney (Inglaterra); Éric Abidal e Karim Benzema (França); Thomas Müller, Özil e Bastian Schweinsteiger (Alemanha); Wesley Sneijder (Holanda); C. Ronaldo e Nani (Portugal); Casillas, Cesc Fàbregas, Andrés Iniesta, Gerard Pique, David Villa, Xabi Alonso e Xavi (Espanha); Diego Forlán e Luis Suárez (Uruguai).

Você gostou desta reportagem?

0Rating_no

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados