Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-10-22

22 de outubro — Resumo das notícias da América do Sul

TAMANHO DO TEXTO

SANTIAGO, Chile — Anistia Internacional pede que candidatos combatam a pobreza: Com o lema de "mais direitos e menos pobreza", a representação chilena da Anistia Internacional (AI) lançou uma campanha para mobilizar a opinião pública a exigir que os candidatos à presidência desenvolvam propostas contra a pobreza. "Devemos fazer com que o governante olhe para o tema não do ponto de vista das carências, mas dos direitos das pessoas", afirmou o presidente da AI Chile, Hernán Vergara. A organização entregará um abaixo-assinado com opiniões da população aos candidatos presidenciais antes das eleições do dia 12 de dezembro.

[Adital.com.br, EFE]

BUENOS AIRES, Argentina — Governo investe US$ 86 milhões para evitar perda de empregos: Desde o início de 2009, a presidente Cristina Fernández já concedeu US$ 86 milhões em subsídios salariais para que 2.074 empresas "em situação de crise" pudessem sobreviver sem apelar para demissões. Entre janeiro e agosto, o Programa de Recuperação Produtiva conseguiu subsidiar parte do salário de 114.898 trabalhadores. Analistas locais calculam que a crise global já tenha causado a demissão de cerca de 60.000 trabalhadores argentinos, especialmente nas indústrias automobilística, metalúrgica e da construção civil.

[Finanzas.com, EFE]

MONTEVIDÉU, Uruguai — Frente Ampla propõe pacto nacional à oposição: O candidato da Frente Ampla (FA), favorito para a eleição presidencial do dia 25 de outubro no Uruguai, propôs à oposição que sejam estabelecidos acordos em "alguns grandes temas nacionais". José "Pepe" Mujica assegurou que a sua agremiação "buscará acordos com os outros partidos para que a ação governamental seja decidida em conjunto e tenha o caráter de política de Estado". A educação, a preservação do meio ambiente, a política energética e a segurança pública são as quatro principais áreas de um possível acordo com os conservadores do Partido Nacional e do Partido Colorado.

[Terra.com, Reuters, EFE]

RIO DE JANEIRO, Brasil — Empresas perdem valor com controle de capitais: Com a entrada em vigor no dia 20 de outubro de um imposto de 2% sobre a entrada de capitais estrangeiros destinados ao mercado financeiro, as empresas brasileiras que negociam ações na Bolsa de São Paulo perderam US$ 55 bilhões em valor de mercado. O índice Bovespa despencou 2,88% e fechou em 65.303 pontos no dia 20 de outubro. A baixa atingiu todas as 63 empresas que compõem o índice.

[AFP, EFE]

Você gostou desta reportagem?

0Rating_no

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados