Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-11-18

18 de novembro — Resumo das notícias da América do Sul

TAMANHO DO TEXTO

BUENOS AIRES, Argentina — Cristina Fernández de Kirchner visita o Brasil: A presidente argentina Cristina Fernández de Kirchner viajou ao Brasil para se reunir com o presidente Luiz Inácio "Lula" da Silva no dia 18 de novembro. Em pauta estarão assuntos da agenda regional e as recentes diferenças entre os dois maiores membros do Mercosul no setor comercial, causadas pelas medidas unilaterais aplicadas por ambos. Os presidentes também firmarão convênios de cooperação nas áreas de farmacologia, turismo e combate a enfermidades tropicais como a dengue.

[Clarín, EFE]

BOGOTÁ, Colômbia — Narcotraficante "La Iguana" é extraditado aos EUA: As autoridades colombianas extraditaram aos Estados Unidos o suposto narcotraficante Jorge Iván Urdinola Perea, conhecido como "La Iguana", procurado por um tribunal da Flórida por acusações de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. A polícia colombiana afirmou que Perea era o chefe do grupo narcotraficante conhecido como "Los Machos" e havia herdado as redes de narcotráfico do comandante capturado Diego Montoya no Vale do Cauca, sudoeste do país. O réu foi entregue a agentes da DEA, o departamento americano de combate às drogas, em um aeroporto militar de Bogotá.

[El Tiempo, EFE]

SÃO PAULO, Brasil — Embraer vende aviões à companhia aérea do Omã: A fabricante aérea brasileira Embraer fechou um contrato para a venda de cinco aviões Embraer 175 à companhia Oman Air por um valor de US$ 177,5 milhões. A entrega das aeronaves será feita a partir do primeiro trimestre de 2011. Segundo o acordo, a empresa árabe poderá adquirir outras cinco aeronaves, o que duplicaria o valor da operação. Os jatos Embraer 175 entraram em serviço em 2004. Conforme a empresa, já foram vendidos mais de 600 aviões da linha a 55 clientes de 38 países.

[Diário Valor, EFE]

SANTIAGO, Chile — Fazenda pede que empresários acelerem o crescimento: Ao inaugurar em Santiago o Encontro Nacional da Empresa, o ministro chileno da Fazenda, Andrés Velasco, pediu que os empresários do seu país inovassem para "pisar no acelerador" do crescimento. O ministro também pediu que os empresários usassem os estímulos que receberam do Estado por ocasião da crise. Cerca de 3.000 empresários e executivos participaram do encontro, que teve um painel com os candidatos à eleição presidencial de dezembro e a participação da presidente Michelle Bachelet.

[La Tercera, EFE]

Você gostou desta reportagem?

0

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados