Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-11-23

23 de novembro ? Resumo das notícias da América Central e do Caribe

TAMANHO DO TEXTO

CIDADE DO MÉXICO, México ? Desemprego continuará em alta até 2011: Apesar de o Instituto Nacional de Estatística e Geografia (INEGI) anunciar um crescimento econômico de 2,93% no terceiro trimestre de 2009, as previsões da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) advertem que o desemprego no México não diminuirá até 2011. Segundo a OCDE, o índice de desemprego fechará 2009 em 5,7% na comparação ano a ano, subindo para 6,5% em 2010 e registrando leve queda em 2011, chegando a 6%.

[El Universal, El Financiero]

SAN SALVADOR, El Salvador ? Banco Mundial coopera com a economia: A fim de ajudar com a diminuição do déficit fiscal do governo e desenvolver um plano contra a crise, a direção do Banco Mundial (BM) estuda a possibilidade de conceder um crédito de US$ 250 milhões anuais a El Salvador. De acordo com a instituição financeira, parte dos fundos será usada para consertar os danos provocados pelo furacão Ida. A taxa de juros para os créditos não seguirão os critérios das qualificadoras de risco, mas sim os parâmetros do Fundo Monetário Internacional (FMI).

[El Diario de Hoy, El Salvador]

SAN JOSÉ, Costa Rica ? País tenta melhorar transparência bancária: Com o objetivo de sair da lista de paraísos ficais da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Ministério da Fazenda da Costa Rica apresentou um projeto de lei que facilitará a identificação dos contribuintes e suas contas bancárias. O governo também ressaltou que serão assinados acordos sobre a transparência fiscal com 12 países, o primeiro deles sendo com a Argentina antes do fim de novembro. Também serão feitos acordos com México, Chile, Colômbia e Brasil.

[Nación, AFP]

CIDADE DO PANAMÁ, Panamá ? Autoridades confiscam 500 kg de cocaína: Em operação apoiada pelos EUA, as autoridades panamenhas prenderam oito pessoas que transportavam 500 pacotes de cocaína de aproximadamente 1 kg cada. A apreensão ocorreu próximo ao Canal do Panamá, quando os criminosos faziam o carregamento da droga em uma lancha com destino para o México e os Estados Unidos. Seis dos detidos são de origem panamenha e outros dois são colombianos, segundo informações da Promotoria Pública de Combate às Drogas e da Polícia Nacional. Desde o começo de 2009, o Panamá já apreendeu mais de 35 toneladas de cocaína.

[Crítica, EFE, Prensa Latina]

Você gostou desta reportagem?

0

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados