Você gostaria de fazer do português o idioma padrão deste site?
2009-11-24

25 de novembro ? Resumo das notícias da América do Sul

TAMANHO DO TEXTO

BUENOS AIRES, Argentina ? Acusados de crimes durante a ditadura vão a julgamento: Teve início em um tribunal argentino o julgamento de 17 pessoas, entre elas ex-policiais e militares, acusados de cometer crimes contra a humanidade durante a ditadura de 1976 a 1983, que fez 184 vítimas em três centros clandestinos de detenção. Serão ouvidas 400 testemunhas, muitas delas sobreviventes dessas prisão clandestinas. Entre os acusados estão o ex-policial Julio Simón, conhecido como "turco Julián", que em 2006 recebeu sentença de 25 anos de prisão pelo desaparecimento de um casal em 1978.

[Clarín, EFE]

SANTIAGO, Chile ? Bachelet promulga criação do Instituto dos Direitos Humanos: A presidente chilena Michelle Bachelet promulgou lei que estabelece a criação do Instituto de Direitos Humanos, apesar de as associações de vítimas da ditadura chilena (1973-1990) rejeitarem a iniciativa por considerá-la incompleta. "É indispensável lembrar dos compatriotas que foram vítimas das violações aos direitos humanos", Bachelet afirmou. A Associação de Parentes dos Detidos Desaparecidos (AFDD) disse que não confia na autonomia do órgão e acredita que o Instituto não terá autoridade permanente para qualificar as novas vítimas.

[El Mercurio, EFE]

ASSUNÇÃO, Paraguai ? Lugo defende respeito aos direitos indígenas: Durante a abertura do 3º Encontro Latino-Americano de Governos Locais em Territórios Indígenas, o presidente paraguaio Fernando Lugo afirmou que os direitos dos povos indígenas "devem ser respeitados em todos os países". Delegações de comunidades indígenas de 12 países da região analisaram a situação dos seus povos durante o evento. "O meu governo dedica uma atenção especial aos povos indígenas porque, até hoje, muitos territórios comunitários no país sofrem com a marginalização, desatenção e falta de amparo", o presidente declarou.

[ABC Color, EFE]

RIO DE JANEIRO, Brasil ? Governo propõe aumento das exportações em 2010: Durante a abertura do 29º Encontro Nacional do Comércio Exterior, o secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Welber Barral, disse que o Brasil assumiu a meta de aumentar suas exportações em 2010 para até US$ 168 bilhões, em contraste com os US$ 160 bilhões que o país espera registrar em 2009. Entre janeiro e meados de novembro, o Brasil acumulou US$ 134,7 bilhões, o que está 24,4% abaixo da cifra observada no mesmo período em 2008.

[Diario Valor, EFE]

Você gostou desta reportagem?

0Rating_no

Incluir seu comentário

Pesquisa
Você considera o crime organizado uma ameaça à estabilidade em seu país?
Ver resultados